Acesse aqui: Plataforma Logística | Internet Banking | Acesso ao Target TMPay

Não realizamos mudanças e não solicitamos códigos por telefone. Ainda com Dúvidas? Acesse nossas dicas de segurança.

Roubo de cargas e segurança nas estradas

Roubo de cargas e segurança nas estradas

A preocupação com roubos de carga e a falta de segurança nas estradas, infelizmente, é uma realidade para o transporte rodoviário de cargas. 

Essa insegurança pode levar a prejuízos financeiros, afetar a integridade dos motoristas e a reputação da empresa. Por isso, é necessário que motoristas e gestores estejam preparados para lidar com essa difícil situação. 

Continue neste artigo do Blog do Trecho para entender como se prevenir e ter estratégias de segurança.

Como acontecem os roubos de carga?

O roubo de carga é uma atividade organizada por quadrilhas dedicadas a esse tipo de crime. Acredita-se que são criminosos que já estão de olho em cargas valiosas e têm um sistema de monitoramento dos veículos responsáveis por elas.

Os roubos podem ocorrer em pontos de carga, descarga ou parada de descanso dos motoristas, esses são os principais momentos em que as medidas de segurança devem ser implementadas

No Brasil, a maioria dos roubos de carga acontecem no Sudeste, em 2021, a região ficou com 82% das ocorrências, segundo dados da NTC & Logística. O Rio de Janeiro, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso e Pernambuco estão entre os dez estados com mais ocorrências

O Sul fica em segundo lugar, com 6,82% dos roubos de carga, seguido por Nordeste, Centro-Oeste e Norte.

Em janeiro de 2021, foram registrados 363 roubos de cargas apenas no Rio de Janeiro, representando uma queda de 30%, comparado ao mesmo período no ano anterior. Já  entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021, a queda foi de 21%.

Essa diminuição dos registros de roubo de cargas alerta para a importância de ações voltadas ao gerenciamento de riscos, com softwares, monitoramento e tecnologias que tem o objetivo de diminuir riscos e roubos de cargas.

Para reduzir os índices desses prejuízos, é fundamental investir em prevenção com a ajuda da tecnologia para o gerenciamento dos riscos e o monitoramento das viagens.

Estratégias práticas para proteger sua carga e aumentar a segurança nas estradas

Existem diferentes saídas para proteger sua frota e evitar os danos que o roubo de cargas podem trazer e reduzir os riscos para os motoristas. Continue neste artigo para saber como proteger sua carga nas estradas, garantindo que cada entrega seja segura e tranquila.

1- Planejamento de Rotas

Invista em um sistema de roteirização para fazer escolhas mais assertivas sobre o trajeto que vai ser realizado e os melhores pontos de parada para abastecimento, descanso e pernoite.

É fundamental realizar uma análise profunda das rotas disponíveis, priorizando as que oferecem mais segurança, considerando o histórico de incidentes, presença de policiamento e condições de iluminação. E evitar áreas de alto risco, com base em informações atualizadas sobre a segurança local.

A utilização de sistemas de mapeamento avançados não apenas orientam as rotas, mas também fornece alerta sobre condições de tráfego e áreas de risco em tempo real. Isso possibilita ajustes dinâmicos, garantindo a segurança contínua da carga ao longo do percurso.

Porém, é necessário manter uma avaliação constante das condições de segurança ao longo da rota. Monitorar notícias locais, relatórios policiais e atualizações de segurança contribui para decisões informadas durante a jornada.

2- Prefira viagens diurnas

Sabemos que muitos veículos trafegam diariamente pelas estradas durante o dia e por isso, à noite o trânsito é menor, permitindo que as cargas se desloquem com mais agilidade.

Porém, a noite favorece os criminosos, durante o dia os caminhoneiros têm um maior nível de segurança. Assim, é importante conscientizar os motoristas a evitarem jornadas noturnas quando possível, planejando as viagens para acontecer durante o dia.

É importante lembrar que existe a lei do descanso que estabelece que em um período de 24 horas é assegurado ao motorista um período de descanso de 11 horas.

3- Treinamento para equipe

Capacite os motoristas e os outros profissionais envolvidos no transporte das cargas. É fundamental que os caminhoneiros conheçam a legislação de trânsito, saibam identificar problemas no caminhão e reconheçam os riscos e ações suspeitas de terceiros ao longo da viagem. Afinal, são eles que estão nas estradas conduzindo as cargas. 

Incentive e ofereça os principais treinamentos para os motoristas, são eles:

  • Reciclagem das normas de trânsito;
  • Condução defensiva;
  • Identificação de blitzes falsas no caminho;
  • Avaliação de veículos com comportamento suspeito;
  • Como comunicar suspeitas à polícia;
  • Não discutir detalhes da carga com estranhos.

Outra questão importante que ajuda a evitar roubos de cargas é ter uma boa comunicação com os motoristas, seja pelo celular, computadores de bordo ou aplicativos online que podem ser utilizados para ajudar os motoristas a informar sua posição ou identificar uma situação de risco.

Motoristas mais velhos podem não ter facilidade com meios de comunicação mais modernos, por isso é importante o treinamento com tecnologias que vão facilitar o dia a dia deles e trazer maior proteção.

Seus colaboradores precisam saber como se comportar diante das situações de perigo e como acionar os protocolos de segurança determinados pela empresa.

Além disso, contrate bons seguros para o veículo e para a carga. Essa medida de segurança protege a empresa de eventuais prejuízos, melhora a performance operacional e dá mais confiança aos clientes.

Proteger a carga nas estradas exige estratégias proativas, ao investir em tecnologia de rastreamento e promover a conscientização da equipe, sua empresa pode ter um caminho mais seguro.

Rapidinhas do Target Bank

O que diz a lei do transporte sobre roubos de carga?

A maioria das mercadorias brasileiras estão nas rodovias. Em 2019, foi aprovada uma lei que endurece as penas para quem pratica roubo de carga, incluindo a cassação de cinco anos da carteira de habilitação do motorista que for pego participando do crime.

Além disso, diversos Estados brasileiros também já preveem a cassação do CNPJ no regime do ICMS para empresas que venderem mercadorias provenientes de cargas roubadas.

Sem esse cadastro, a empresa fica proibida de vender ou comprar mercadorias.

Como fazer um BO de roubo de carga?

O primeiro passo é ligar imediatamente para a polícia. Isso deve ser feito ligando para o número 190, telefone do Centro de Operações da Polícia Militar para emergências.

Caso sua empresa tenha contratado uma gerenciadora de riscos, ela também precisa ser informada assim que possível. Além de cuidar do seguro, a gerenciadora de riscos também aciona seus contatos policiais.

Após informar a polícia, o ideal é que se compareça até um distrito policial ou delegacia para registrar o Boletim de Ocorrência (BO), que também pode ser feito online.

Se a sua empresa ou transportadora for associada a alguma sociedade setorial, ou sindicato, é possível ainda solicitar o serviço de suporte de um advogado para auxiliar.

Para continuar informado sobre o TRC e evitar prejuízos para sua empresa, acompanhe o Blog do Trecho.

Inscreva-se para acompanhar nossas novidades!

Quem leu esse artigo também gostou de:

Roubo de cargas e segurança nas estradas
Target Log
Target Bank

Roubo de cargas e segurança nas estradas

A preocupação com roubos de carga, infelizmente, é uma realidade para o transporte rodoviário de cargas. Por isso, é necessário que motoristas e gestores estejam preparados para lidar com essa difícil situação. 

Leia mais

SAC Caminhoneiros

(21) 3030-9100
Capitais

0800-282-22-12
Demais localidades

SAC Contratante

(21) 3500-5111

SAC Rede Credenciada
Target TMPay

(21) 3995-3495
  • Av. Embaixador Abelardo Bueno, 1111, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ, 22775-039
  • Canal de Ética
  • Código de Ética
  • Política de Privacidade
  • CIOT Gratuito
  • Rendimento CIOT

Quer receber mais conteúdos que vão te deixar informado sobre o Transporte de Cargas?

Inscreva-se na nossa Newsletter